Maira Figueira – Consultora de Imagem e Estilo

Maira Figueira – Consultora de Imagem e Estilo

Vergonha de estar mais arrumada que os outros?

Você já sentiu vergonha de estar arrumada demais para alguma ocasião ou local? Já deixou de usar um look que ama e vestiu um bem basiquinho, porque não queria destoar das outras pessoas no local? Já mudou o look com aquela calça de alfaiataria maravilhosa, só porque todos estariam de jeans? Ou pensou: “Ah vou bem simples porque lá vai estar todo mundo bem básico e vão pensar que sou metida”

Porque você sentiria vergonha de cuidar da sua imagem?

Vou dividir com você 5 dicas para pensar e colocar em prática que vão te ajudar a superar a vergonha associada a estar bem vestido(a) e cuidar de si mesmo(a).

  1. O Poder da Imagem Pessoal: A imagem pessoal é uma forma de comunicação não verbal que influencia diretamente a maneira como os outros nos veem e nos tratam. Vestir-se com cuidado e atenção pode transmitir confiança, profissionalismo e até mesmo respeito próprio. Se preocupar com sua imagem e com o modo como você está vestido(a),mostra que você se importa com o local que está e com as pessoas que frequentam. Além disso, a imagem pessoal também tem um impacto na forma como nos sentimos sobre nós mesmos(as), afetando nossa autoestima e autoconfiança.
  2. Apressando os Julgamentos: Uma das razões pelas quais a vergonha em estar muito arrumado(a) surge é o medo de ser julgado(a) pelos outros. Permita-se valorizar sua aparência e lembre-se de que a maneira como você se apresenta é uma expressão de sua individualidade e autoestima.
  3. Autenticidade e Expressão Pessoal: Vestir-se e cuidar de si mesmo(a) é uma forma de expressar quem você é e como se sente. É também uma forma de mostrar respeito e honrar as pessoas a sua volta. A moda e o estilo são meios de explorar sua criatividade e mostrar sua personalidade ao mundo.
  4. Autoaceitação e Confiança: Superar a vergonha em estar muito arrumado(a) envolve cultivar a autoaceitação e a confiança em si mesmo(a). Reconheça que cuidar da sua imagem pessoal é um ato de amor-próprio, não de vaidade excessiva. Valorize sua aparência como parte integrante do seu ser e lembre-se de que merece se sentir bem consigo mesmo(a), independentemente do que os outros possam pensar. Esteja segura de suas escolhas. Quando você conhece seus estilos, seu corpo, respeita seus gostos e sabe exatamente a mensagem que quer transmitir, você terá segurança que está tudo alinhado, e isso te deixará muito mais segura e confiante com sua aparência.
  5. Desafie os Padrões Limitantes: A vergonha associada a estar muito arrumado(a) muitas vezes está enraizada em padrões limitantes impostos pela sociedade. Desafie esses padrões e redefina sua perspectiva sobre a importância da imagem pessoal. Lembre-se de que não existe um único “modo certo” de se vestir, e que cada pessoa tem o direito de expressar seu estilo pessoal da maneira que se sentir melhor.

Superar a vergonha em estar muito arrumado(a) é um processo de autoconhecimento e aceitação, permitindo-se expressar sua autenticidade e cuidar de si mesmo(a) sem medo de julgamentos. Valorize sua imagem pessoal como uma forma de comunicação e celebração de sua individualidade. Não tenha vergonha de estar bem-vestido(a) e permita-se brilhar com confiança e autenticidade.

Veja Também

3 Comentários

Avarage Rating:
  • 0 / 10
  • Hanna Ambrósio , 25 de julho de 2023 @ 7:49 am

    Ameeeeeei, conteúdo rico e edificante ♥️
    Parabéns maravilhosa ✨

  • juliene campos , 25 de julho de 2023 @ 10:24 am

    Sim, quem nunca, amo moda, mas quem nunca se sentiu insegura, envergonhada , enpoderada ou metida mesmo por estar bem vestida ou se sentindo mal vestida? Infelizmente acontece, basta enfrentarmos e nos desarfiarmos ao que queremos; afinal estar bem vestida é tudo e irmos nos aperfeiçoando a cada detalhe; cada combinação e pq não, uma dica de uma consultora de moda também, se couber em nosso bolso, vale super a pena investir na gente , vesti-se bem; nos faz bem; nos deixa bem e passa algo positivo e admirável pras pessoas sim e as vezes ate servimos de inspiração pra auto estima de outros.

  • Adriane Vinagre , 26 de julho de 2023 @ 2:08 pm

    Realmente é um processo, vou começar a por em prática 😉
    Valeu pelas dicas 😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *