Maira Figueira – Consultora de Imagem e Estilo

Maira Figueira – Consultora de Imagem e Estilo

Estilo acima de moda: aproveite as tendências que combinam com você, mas ignore as outras

Uma das coisas que mais me entristece relacionadas a estilo é a ideia de “estar na moda”. Isso sugere que a moda é como uma “Lei”, você deve segui-la, e ainda sugere que o segredo para se vestir bem, é seguir regras e usar quaisquer tendência e itens obrigatórios, independente de gostar ou não.

É claro que isso é uma interpretação literal, mas resume muito o que vemos por aí: “5 peças que não podem faltar no seu armário” “Tendências que você não pode ficar fora”, e, por conta disso, algumas mulheres se sentem pressionadas a se vestir segundo essa tendência. Vejo muitas mulheres preocupadas com “certos e errados” como fator decisivo na escolha da roupa. Acredite, não é preciso estar na moda ou usar as últimas tendências para se vestir bem, O segredo é não ver a moda como um padrão onipresente.

Entenda a importância de desenvolver um estilo pessoal autêntico e único, valorizando as tendências que se alinham com a sua personalidade, gostos e características individuais, enquanto conscientemente descarta aquelas que não se adequam a você. Em vez de seguir cegamente as tendências da moda, a ideia central é fazer escolhas conscientes e se expressar através da moda de forma genuína.

O mundo da moda é dinâmico e está sempre em constante mudança, com novas tendências surgindo a cada estação. No entanto, nem todas essas tendências serão adequadas ou atraentes para todas as pessoas. Cada indivíduo tem seu próprio estilo, preferências de cores, silhuetas e estilos de roupa que os fazem se sentir confortáveis e confiantes.

Ao priorizar o estilo acima da moda, você evita o risco de cair na armadilha do consumo excessivo e do desperdício de recursos financeiros e ambientais em peças de roupa que serão usadas apenas por uma temporada. Em vez disso, você investe em peças atemporais, clássicas e duradouras que refletem quem você é e podem ser usadas em várias ocasiões, e em tendências que façam sentido e funcionem para você.

Conhecer bem a si mesmo e seu estilo pessoal é essencial para adotar essa abordagem. Experimentar diferentes estilos, cortes e cores pode ajudar a descobrir o que realmente ressoa com você. Além disso, ao entender sua morfologia corporal, você pode escolher roupas que realcem seus pontos fortes e disfarcem aqueles que não são tão favorecedores.

O estilo acima da moda também é uma forma de autoexpressão e empoderamento. Ao vestir-se de acordo com quem você é e o que acredita, você está enviando uma mensagem ao mundo sobre sua individualidade e autenticidade.

Outro aspecto importante é não se sentir pressionado pela opinião dos outros ou pelas normas impostas pela indústria da moda. Afinal, a moda é subjetiva e pessoal. O que é considerado “tendência” pode não ser adequado ou atraente para todos, e está tudo bem em discordar das expectativas da sociedade.

Lembre-se sempre de que a moda pode ser divertida e inspiradora, mas é o seu estilo autêntico que realmente brilha e deixa uma impressão duradoura. Ao ser fiel a si mesmo, você encontrará confiança e satisfação na forma como se veste, e isso irradia beleza de dentro para fora. Então, abrace quem você é, celebre seu estilo único e deixe sua marca no mundo da moda, inspirando outros a fazerem o mesmo. Seja você mesmo, pois esse é o estilo que nunca sairá de moda.

Bjos e até a próxima

Maira Figueira

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *