Bertha Lutz: uma bióloga, feminista e política de destaque

Bertha Lutz: uma bióloga, feminista e política de destaque

Por Sandra Monteiro

 

Bertha Lutz foi uma bióloga, feminista e política brasileira que nasceu em São Paulo, em 1894. Ela é considerada uma das principais figuras do feminismo no Brasil e no mundo.

Bertha era filha do cientista Adolfo Lutz, um dos pioneiros da medicina tropical no Brasil. Ela estudou ciências naturais na Universidade de Sorbonne, em Paris, e se especializou em anfíbios.

Após retornar ao Brasil, Bertha tornou-se uma das primeiras mulheres a ingressar no serviço público. Ela também foi uma das fundadoras da Federação Brasileira para o Progresso Feminino (FBPF), uma organização que lutou pelos direitos das mulheres.

 

Ativismo feminista

Bertha Lutz foi uma ativista feminista comprometida com a luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres. Ela foi uma das principais líderes da campanha pelo voto feminino no Brasil, que foi conquistado em 1932.

Também foi uma defensora dos direitos das mulheres no trabalho e na educação. Ela lutou pela igualdade salarial, pela proteção da maternidade e pela garantia do acesso à educação para todas as mulheres.

Ela também teve uma carreira política ativa: foi eleita deputada federal em 1934, sendo a primeira mulher a ocupar esse cargo no Brasil. Foi delegada do Brasil na Conferência de Paz de Paris, em 1919.

Lutz foi uma figura importante na política brasileira, e sua atuação contribuiu para o avanço dos direitos das mulheres no país.

 

Inspiração para outras mulheres

Bertha Lutz é uma inspiração para muitas mulheres por várias razões. Foi uma mulher que desafiou as expectativas sociais de sua época. Ela foi uma cientista, feminista e política bem-sucedida em uma sociedade que historicamente discrimina as mulheres.

Além disso, foi uma mulher comprometida com a luta pela igualdade de gênero. Ela dedicou sua vida à luta pelos direitos das mulheres, e seu trabalho ajudou a transformar a sociedade brasileira.

Por fim, ela foi uma mulher forte e independente. Ela foi uma mulher de convicções, e não temia defender o que acreditava.

O legado de Bertha Lutz é importante para as mulheres porque ela nos mostra que é possível alcançarmos nossos objetivos, mesmo em um mundo que pode ser hostil às mulheres. Ela também nos inspira a nos engajarmos na luta pela igualdade de gênero e pela construção de uma sociedade mais justa e igualitária para todas as pessoas.

 

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *